• Clique Direito

Sociedade, é namoro ou casamento?



Em um casamento podemos escolher o regime de bens, tal como acontece com os regimes societários. Não existe um modelo ideal, cada regime tem suas peculiaridades.

Sociedade Anônima é o relacionamento aberto, casal que posta tudo o que faz nas redes sociais, já que este tipo de corporação tem a obrigação de fazer reportes públicos de seus balanços financeiros. Na S/A todo mundo pode dar seu palpite, meter a colher e participar comprando ações.

ME&apos's e EPP&apos's é pros casais de orçamento limitado, que vão começar investindo pouco, crescer e aos poucos abarcar mais responsabilidades de tributos. Este tipo de sociedade representa 99% dos casamentos. Cuidado, pois a cada 10, 06 terminam em divórcio nos primeiros 5 anos*, nada que um bom Contrato Social não possa resolver. Como elas movimentam a economia local, são favorecidas no tratamento legal em muitas circunstâncias.

Sociedade Limitada é o tipo mais comum de relacionamento empresarial. Cada sócio adquire uma quota do capital e futuramente só terá responsabilidade por sua parte integralizada. Os sócios tem facilidade de operação e, desde que não haja má fé, fraude ou simulação, o patrimônio pessoal não responde pelas dívidas da empresa.


Um namoro que tem características de casamento pode ser considerado união estável judicialmente e gerar consequências patrimoniais mais sérias. Algumas sociedades não formalizadas funcionam como uma união estável sem deter qualquer segurança jurídica. Empreendedores mais jovens costumam se apaixonar e desapaixonar rapidamente, formando novas empresas sem se preocupar muito com as responsabilidades fiscais, trabalhistas e sócio-ambientais, de caráter administrativo, cível e criminal, riscos que as atividades empresariais naturalmente acarretam.

Se você ainda não tem certeza se chegou a hora de se comprometer e fazer o pedido de casamento, ou formar uma sociedade, fazer um contrato de Parceria Empresarial é uma boa opção, um namoro que pode vir a se tornar uma sociedade, relação jurídica já formalizada em contrato, seguindo a legislação competente e a vontade das partes.

*Demografia das Empresas 2014, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


20 visualizações

Desenvolvido por TI MASTER